TRÊS DE MAIO – A Faculdade Três de Maio – SETREM promove no dia 02 de agosto a aula inaugural do curso de Bacharelado em Direito da instituição, proferida pelo Procurador da República, Douglas Fischer. O evento é aberto à comunidade e inicia às 19h30min no Auditório do Campus da Instituição. Natural de Três de Maio, Fischer é mestre em Instituições de Direito e do Estado pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (2006) e membro do Ministério Público Federal desde 1996. Atualmente exerce suas funções como Procurador Regional da República na 4ª Região.

Atuação de Fischer

Desde março de 2017 está designado como Procurador-auxiliar na Secretaria de Cooperação Internacional – SCI da Procuradoria-Geral da República. De setembro de 2013 a março de 2017 esteve designado como Procurador-Assessor no Gabinete do Procurador-Geral da República, Rodrigo Janot Monteiro de Barros. Foi Coordenador Jurídico do Grupo de Trabalho Lavajato junto ao Gabinete do PGR até janeiro 2017 e integrante da 2ª Câmara de Coordenação e Revisão do Ministério Público Federal até maio de 2012. Coordenador de Ensino do MPF na Escola Superior do Ministério Público da União de julho de 2010 até janeiro de 2014. Professor da Escola Superior do Ministério Público da União, da pós-graduação da Escola Superior da Magistratura Federal no RS e da Pós-Graduação da Fundação Escola Superior do Ministério Público no Rio Grande do Sul.

O curso de Direito da SETREM

O mestre Rodrigo Soder, coordenador do curso, destaca que conceitualmente o Direito SETREM foi concebido para permitir o aprendizado a partir de experiências e vivências. “Assim, são privilegiadas metodologias de aprendizagem focadas nos estudos de caso, no raciocínio a partir de problemas reais e na análise crítica da jurisprudência dos Tribunais brasileiros”, destaca. Soder ressalta também que há toda uma proposta envolvendo o ensino, a pesquisa e a extensão, voltada para o desenvolvimento das principais competências do jurista, tais como capacidade de comunicar-se, oralidade, escrita, raciocínio analítico, inteligência emocional e talento para mediar conflitos.

“O curso traz, ainda, uma proposta da abertura à conhecimentos que são hoje indispensáveis à profissionais de todas as áreas. Dessa forma, a atitude empreendedora, a capacidade de gestão, ou o reconhecimento da empatia e alteridade, são elementos tratados como fundamentais para uma formação mais qualificada do acadêmico”, ressalta. O Direito da SETREM oferece 50 vagas anuais, tem duração de 5 anos e aulas no período noturno, preparando um bacharel conectado com a realidade e o futuro do mercado profissional.

Pin It on Pinterest

Share This