TRÊS DE  MAIO – Na última sexta-feira (16), à noite, o Governo Municipal de Três de Maio realizou o lançamento do III Seminário Internacional de Educação e Intercultura, na Hetwer Bier. Na ocasião, o material de divulgação e identidade visual do Seminário foi apresentado a autoridades, apoiadores e imprensa. O Seminário é promovido pela Secretaria Municipal de Educação, Cultura e Esporte e a Universidade Federal de Santa Maria, através do Programa de Inovação Pedagógica (PROIPE) e será realizado nos dias 3, 4 e 5 de maio de 2018, no Clube Buricá.

Conforme destacou a vice-prefeita e coordenadora geral do Seminário, Eliane Zucatto Fischer, o respeito à diversidade cultural na Educação será abordado a partir da teoria de Humberto Maturana, médico e chileno, doutor em Biolgia, criador da Biologia do Conhecer e Biologia do Amor.

“Vamos dialogar a educação não só em nível de Três de Maio, mas, sim, a Educação como um todo. Vamos ter presente o trabalho de Maturana a pedagogia do viver, do conviver e isso é muito importante. Nós precisamos, sim, reencantar a educação. Então, é um apelo que a gente faz em nome de toda a comissão organizadora deste seminário, aos prefeitos e secretários que aqui estão, que divulguem o evento, que ofereçam aos seus educadores esse tempo, esse espaço de formação. A oportunidade de discutir a importância da Educação na vida desde os nossos pequenininhos até o Ensino Superior”.

EDUCAÇÃO E DIREITOS

De acordo com o prefeito, Altair Copatti, a realização do Seminário foi opção do governo municipal tendo em vista o papel fundamental da Educação para o desenvolvimento humano e, por consequência, de uma sociedade mais justa e solidária. Copatti relacionou esta prioridade ao atual momento político e social por que passa o Brasil e citou a execução da vereadora carioca Marielle Franco como exemplo.

“Isso é um problema nosso, um problema do Brasil, uma situação que nós não podemos fazer de conta que não é nossa. Estamos aqui no interior, longe, mas quem de vocês não conhece a história de uma mulher agredida, de uma comunidade indígena ou de uma comunidade negra sendo discriminada? Isso significa que precisamos trabalhar para que essas diferenças sejam dizimadas. Às vezes, as pessoas confundem alguém que defende os Direitos Humanos com alguém que defende bandido. Na verdade, a gente só dá valor ao direito humano quando perde o direito à liberdade, à democracia. A gente não pode se calar diante disso. E a educação que estamos propondo, o que se propõe o III Seminário, é justamente isso: um debate sobre as diferentes culturas e voltado para um pensamento onde a educação deve ser solidária, com amor à vida. Com certeza, se nós fizermos uma educação de qualidade, vamos ter muito menos agressão, muito menos assassinatos porque  estaremos ensinando às crianças a maneira de conviver melhor”, enfatizou o prefeito.

Em 2017, o evento atraiu mais de mil educadores, de quatro países e 70 municípios. Neste ano, a expectativa é alcançar esses mesmos números. As inscrições já estão abertas e devem ser feitas no site do evento: siei.pmtresdemaio.com.br .

III SEMINÁRIO DE EDUCAÇÃO E INTERCULTURA:
Contribuições para a Educação Contemporânea
Data: 03, 04 e 05 de maio de 2018
Local: Clube Buricá – Três de Maio – RS

CARGA HORÁRIA

32h – dias 3, 4 e 5 de maio/18
8h – Formação no município
Total: 40h

>> Mais informações no site das inscrições – siei.pmtresdemaio.com.br – e no telefone da SMECE/TM 3535-9288
c/ Rubiana Ales, secretária do IIISI

 

Pin It on Pinterest

Share This