Será dia 17 de maio em Santo Ângelo. O Acampamento Cidadania começa antes, dias 15 e 16, no trevo de Entre Ijuís.

SANTA ROSA – O auditório do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Santa Rosa foi palco do pré-lançamento do 8º Grito da Terra Missões Fronteira Noroeste. O ato ocorreu nesta sexta-feira (06), à tarde, e contou com presenças de lideranças da regional sindical da FETAG, além de autoridades locais e regionais.

Nelson Della Valli (de pé), presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Santa Rosa comandou a reunião.

 

O Grito de Alerta deste ano acontecerá em Santo Ângelo, dia 17 de maio, e terá algumas novidades em seu formato. O tema é: “Brasil: Que país é esse”?

Além da manifestação no dia 17, a programação do Grito de Alerta iniciará nos dias 15 e 16, com o denominado Acampamento da Cidadania, que será montado no trevo de entroncamento da BR 285 com a ERS 344, no acesso a Entre Ijuís.

De acordo com os organizadores, esta iniciativa servirá como referência para a realização de um fórum de debates, com painéis temáticos, sobre os diferentes eixos de reivindicação que o movimento sindical está preparando para apresentar no Grito de Alerta, em defesa da agricultura familiar, mas também pautando outros temas de interesse geral da sociedade, tais como mudanças tributárias, fim do foro privilegiado e rediscussão do pacto federativo.

A organização do Grito de Alerta tem como meta a participação de, no mínimo, 5 mil pessoas, no ato deste ano. O lançamento oficial do 8º Grito de Alerta Missões Fronteira Noroeste ocorrerá no próximo dia 20 de abril, em Santo Ângelo.

Lideranças sindicais da região Fronteira Noroeste e Missões prestigiaram a reunuão, além de representantes dos poderes executivo e legislativo.

 

Programação:

Dias 15 e 16 de maio

Acampamento da Cidadania

Local: Trevo de acesso a Entre Ijuís (entroncamento da BR 285 com a ERS 344)

Debates públicos a partir de painéis temáticos sobre os eixos e assuntos que serão estabelecidos na pauta de reivindicações do Grito de Alerta;

Dia 17 de maio

Marchar, Lutar, Resistir pela Agricultura Familiar e o Brasil

6h30min – Início da marcha (Entre Ijuís)

8h30min – Trevo do Carreteiro (ato e incorporação de público à marcha)

9h – Sequência da caminhada pela cidade de Santo Ângelo

10h – Chegada à Praça da Matriz

O que é o Grito da Terra

Trata-se da principal evento da agenda do movimento sindical do campo, reúne milhares de trabalhadores e das trabalhadoras rurais de todo o país. O Grito da Terra é uma mobilização promovida  pela FETAG  e Sindicatos de Trabalhadores Rurais. Possui caráter reivindicatório. É por essa razão que a manifestação pode ser considerada como uma espécie de data-base dos agricultores familiares, dos trabalhadores sem-terra e dos assalariados e das assalariadas rurais brasileiras.

Pin It on Pinterest

Share This